terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Entrega


A morte é quando a vida
Oferta a si mesma a Deus.
E a poesia tão meiga e sensível
Vendo aquela entrega tão doce,
Chora
Zezinha Lins

Nenhum comentário:

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...