quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Poema de Amor


Fiz um poema de amor
Nesta noite fria e calma,
Versos prontos pra te acolher
Encanto da poesia alada.

Quando te sentires abraçado
Com todo afeto e cuidado,
Mesmo na tua sagrada solidão
Ouvirás uma alegre canção
Notas arteiras escapam
Das cordas de um violão.

E um fundo musical
Espalhando-se pelo ar
Com meus versos livres, brinca

Somente pra te agradar

Zezinha Lins


Nenhum comentário:

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...