quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Paradoxo


O silêncio grita
Na mente confusa
Cansada e solitária.

O silêncio acalma
A alma que busca renovação
Depois de cada tribulação.

Zezinha Lins


Nenhum comentário:

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...