segunda-feira, 6 de junho de 2011

PENSAMENTO

Minha poesia não é mais a mesma
Perdeu a essência, não sei...
Talvez eu não seja mais a mesma
Descobri que não sou poeta.
Ora, descobri nada...
Disso eu já sabia...
Vou ficando por aqui
Até quando...
Não sei...



8 comentários:

Zé Carlos disse...

Você é a maior poeta de Glória do Goitá, se convença sempre disso!!!!

LUZ disse...

Olá Zezinha,
Sou Portuguesa e professora também.
Visualizei o seu blog, e que bonito visual tem.
Escrever? Escreve muito bem.
Parabéns!
Abraços com luz.
afectosecumplicidades.blogspot.com

Arnoldo Pimentel disse...

Suas poesias são linda e refletem a alma de poeta que existe em seu coração.Parabéns poetisa.Beijos.

Zezinha Sousa disse...

Obrigada, amigos queridos
Tenho fases como a Lua
Beijos!!

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Assim é nossa inspiração, mesmo quando estamos sem ela, estamos inspirados.
Beijokas Zezinha e uma semana abençoada pra você.

ॐ Shirley ॐ disse...

Zezinha, Nunca mais diga isso. Voce é poeta, sim, menina! Beijos!

Denise disse...

Vejo sentimentos nos teus versos, sinto emoção quando te leio.
Bjos, amiga poeta!

Mário Cravo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

As lágrimas de Maria

Ela é a Maria que não vai com as outras, não tem idade, tem maturidade em construção. Como muitas Marias, constrói sua estrada remov...