sexta-feira, 12 de novembro de 2010

A TROCA





A tristeza corrói por dentro

Abre uma ferida

Que dói demais...

Me recuso a tê-la

Quero expulsá-la daqui

Quero minha alegria de volta

Como minha grande e fiel companheira

Tenho fome e sede de ser feliz.

Zezinha Sousa

4 comentários:

marcia. disse...

AHHHH,,,ESSA TAL FELICIDADE ...UMA BUSCA CONSTANTE!
EU TBM QUERO RS!
BOM FIM DE SEMANA POETISA ,ESTE TBM É LINDO E PROFUNDO E FALA POR TDS NÓS.BJS!

MEUS PENSAMENTOS disse...

BOM DIA! ESTOU LEVANDO ESTE TEU MARAVILHOSO POEMA PRA COMPARTILHAR COM DEVIDO LINK LA NOS MEUS PENSAMENTO ,ARRAZOU RS 1 BJS!

Marisa Mattos disse...

É minha amiga...já lhe disse o quanto seus poemas me soam familiarmente....É isso:ser feliz é não deixar jamais a tristeza tomar conta.Boa luta,boa semana!!!

Zé Carlos disse...

Carregue a alegria nas mãos... deve estar sempre pronta para ser usada pois ela só constrói, ao contrário da tristeza que só destrói querida.

Beijão menina, ZC

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...