segunda-feira, 1 de novembro de 2010

ESTRELA

Chega a noite...
Noite escura...
O céu completamente estrelado
Me faz sonhar,
Sonhar com você aqui
Sinto sua presença, seu perfume...

Olho para o céu
São tantas estrelas
Onde está você?
Não se esconda de mim,
Pois entre milhões sei que vou te encontrar

Vem com tua luz
Acender nossa paixão
Vamos viajar entre as constelações.

E quando o Sol aparecer
Sumiremos apenas para o mundo
Em algum lugar, distante
Estaremos a nos amar
Para sempre.

Minha estrela.

Zezinha Sousa




9 comentários:

romantic disse...

obrigada zezinha pelo carinho nos blogs e la com o VINO tbm! este poema eu conheço é lindo,
ainda estou enrolada pra postar tanta gente,mas chego la..rsum bjo!

Lucimara Souza disse...

Belíssimas palavras, Zezinha!
Parabéns e obrigada pelas visitas no meu blo.
Bjs
Lu

Denise disse...

A saudade ganha vida com teu poema lindo. Pra mim, saudade é um bem (aprendi a ver assim, não com o viés de perda, etc).
Será que tem um tempinho pra passar no Tecendo...estou com saudade e deixei pra vc um convite aqui .
Bjos!!

Zé Carlos disse...

Zezinha, vc é uma expert.....

Parabéns pela postagem.... Bjs do Zé Carlos

Poesia do Bem disse...

Olá Zewzinah que saudades de vc! A cada leitura que eu faço aqui aprendo me emociono, sinto saudades de vc! Estou recebendo a Projetos escolares e sempre pesquisando se vc escreveu srsr e sinto tanto orgulho de saber que conheço vc embora virtualmente.Alice cada dia mais sapeca e agora tempo integarl na escola eu estou trabalhando em estadoe prefeitura devidoa isso meu sumiço, mas nunca esqueço vc! bjssssss e venha ver as news

Jessonalva FIGUEIRÔA disse...

Obrigada Zezinha pelo incentivo com o blog, já não sei ficar sem ele.Beijo.

Silviah Carvalho disse...

Olá vim retribuir a visita e, agradecer pelas palavras deixadas em meu poema, seu blog é lindo e este poema de imensa sensibilidade.
parabéns, bjs

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo o poema, visite o ventosnaprimavera e leia a homenagem ao meu parceiro de poesia e música do gambiarra.Tudo de bom pra você, beijos.

Silviah Carvalho disse...

Olá Zezinha, boa tarde, pode sim postar o poema, fico muito feliz, bjs.

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...