SENTIMENTOS DA ROSA


Quem sabe da melancolia da rosa

que cresce sozinha no campo ?

Quem vê seus espinhos

brotarem tatuando sua carne ?

Acaso há espanto

quando desfolhada a rosa geme ?

Quem conhece seu silêncio orvalhado ?

Quem teme tocar sua pele com cuidado

sem a aspereza das mãos ?

Quem já ouviu as batidas

do seu coração ?

Se o cravo brigou com a rosa

em desalento

não foi essa a razão

de seu desfalecimento

Não é o cravo seu algoz

é quem não lhe reconhece a voz


Úrsula Avner



Comentários

Zé Carlos disse…
Saudades Zezinha, que vc tenha um doce domingo. ZC
Ivana disse…
Olá,

Está um perfume só hoje aqui,tantas flores nesse jardim!!!
Podemos nós mulheres nos comparar com a rosa desse poema? Acredito que sim, quantas de nós já nos sentimos como essa rosa, e as pessoas sem imaginar o que estaríamos sentindo?!!!
Leve o quiser do blog, você é da casa, não precisa pedir!
Bjs
Bom Dia!
Vim deixar meu carinho e lhe
oferecer meu Selinho do "Dia do amigo"
Espero que goste:)

Um belo início de semana para você
muita paz e amor no seu caminhar!

Beijoss fica com Deus!
Zé Carlos disse…
Mas esta foto está muito linda Zezinha. Que bom uma mulher ser linda assim !!!!!
Bjs do ZC

Postagens mais visitadas deste blog

Versos Improvisados

TUDO PASSA