segunda-feira, 12 de julho de 2010

MEUS FILHOS... MINHA VIDA

Cinco flores cândidas

Enfeitam meu jardim

Sementes que germinaram dentro de mim

Uma a uma cresceram e de mim saíram para o mundo

Amor incondicional, intenso, imenso, incomparável

Único...

Cinco flores tão diferentes entre si

Tão perfeitas para mim

Todo zelo, todo carinho, todo amor

Que é possível alguém sentir,

Dedico aos meus amores-perfeitos

Meus filhos... Minha vida.

Mas o tempo passa, os filhos crescem

Criam asas, precisam voar...

O coração de mãe se agita, sofre, aceita, reza, espera...

Vez ou outra um a um, ao colo materno retorna

Um afago, um carinho, uma história pra contar

Um conselho, um abraço, um beijo

E o mesmo amor que permanece sempre igual

Amor incondicional, intenso, imenso, incomparável

Único...

Meus filhos... Minha vida.


Zezinha Sousa




9 comentários:

Zé Carlos disse...

Feliz da mulher linda e jovem como vc que teve cinco filhos maravilhosos......

Deus cuide de vc e deles todos !!!!!

Ah! Lá na Casa do Zé: http://zecarlosmanzano.blogspot.com/

Tem uma música e letras para vc.....

beijão querida, ZC

cristal de uma mulher disse...

Amiga linda você é uma deusa. São cinco estrelas diferentes e que definem totalmente o teu amor de mãe. Olha você merece tudo ,um pouco, e muito mais com tanto amor dentro o coração por eles.
Beijos e te agradeça por está sempre comigo,obrigada amiga e carinhos no coração

Ivana Marisa Altafin disse...

Menina!!!!

Quase não acredito que você é mãe de 5 filhos, você é muito jovem!!!! Já disse, mas vou repetir porque tudo que é positivo deve ser dito milhões de vezes se for preciso; seus versos são lindos porque neles estão sua alma e sua alma é lindo. A prova disso está em inúmeros poemas que já li, esse é mais um. Parabéns pelos filhos, eles são sim nossa vida. Se tem algo que lhe desejo muito, é que você seja muito feliz. Bjs

Ivana Marisa Altafin disse...

Ops....

Sobre o SELO, você só não está na minha lista dos dez, porque vi que você já tinha sido presenteada pela Denise.
Um abraço!

Zé Carlos disse...

Oi minha linda, obrigado pelo convite mas eu fui o primeiro a vir te abraçar... achei lindo seu poema para os filhotes que enfeitam seu jardim.....

Beijão querida, sejam vcs todos muitos felizes que é justamente o que merecem.....

Sempre o ZC

Anônimo disse...

Olá amiga Zezinha, agradeço o convite de vir até aqui contemplar esta marvilha, seu blog é lindo, sentimos o seu equilíbrio, sua serenidade,principalmente como "Mãe"em sua poesia.Parabéns amigas.

Bjs Amélia

Mari disse...

Olá Zezinha...

Quer dizer então que sou xará e conterrânea da sua prima...mundinho pequeno não é?
Cheguei aqui e decidi ficar, logo de cara vi que a nossa paixão pelos filhos é o que guia as nossas vidas.
No meu jardim tem uma só flor, mas ele é a razão da minha alegria de viver!
Um beijo

Denise disse...

Maravilhoso, Zezinha!
Já escrevi muito pra meus filhos, e fiquei aqui pensando...os comparamos à flores, pq será? amor-perfeito foi a que escolhi quando escrevi pra minha filha...um coração de mãe sabe de que amor vc falou neste poema lindo, visceral, transbordante desse amor incondicional - próprio da alma maternal!

Passeei bastante por aqui hj, saio leve, contaminada pela tua sensibilidade incomum. Tudo lindo aqui, minha querida!
Bjo terno!

Eduardo Lara Resende disse...

Parabéns, Zezinha, pela declaração de amor aos filhos. Que ela possa se prolongar nos netos....
Abraço.

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...