domingo, 6 de setembro de 2009

TEXTO PRA TRABALHAR EM SALA DE AULA

"Nem só de pão vive o homem"
Nem só de gramática também.
Com pão se enche o estômago,
Com gramática se escreve bem.
No meu dia a dia,
vou precisando escrever.
Também no meu dia-a-dia,
ainda mais, preciso ler.
Ao acordar lavo o rosto,
não fico de cara suja,
cara-suja, só periquito.
Que é pássaro não é coruja.
Café, pão, copo de leite,
é uma boa mistura.
Mas, comer copo-de-leite,
leva um pra sepultura.
Prefiro comer pão fresco.
Evito comer Pão duro.
Porque pão-duro não sou,
Só cuido do meu futuro.
No primeiro meio dia,
eu começo a trabalhar.
E chegando ao meio-dia,
para, vou almoçar.
Para finalizar,
Com ou sem "hífen"
Presto atenção no que leio,
Porque se não troco as bolas,
Daquilo que estou lendo.
Egidio Timóteo Correia

Nenhum comentário:

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...