domingo, 3 de abril de 2016

NA PONTA DO LÁPIS

Minha história dança com meus versos
Conversam em prosa e fazem descobertas
Das coisas que de mim eu escondia
A história na ponta do lápis
Ecoa como nota que sai de um violão
Conto como quem canta uma canção.
História contada

Saciada sede de libertação.

Zezinha Lins

Nenhum comentário:

As lágrimas de Maria

Ela é a Maria que não vai com as outras, não tem idade, tem maturidade em construção. Como muitas Marias, constrói sua estrada remov...