sexta-feira, 2 de julho de 2010

ROSAS QUE FALAM


Certo dia, três rosas falantes
Contaram uma linda história de amor.
_ Era uma vez, um casal apaixonado,
O amor, a afinidade, a cumplicidade
O carinho, o sonho e a esperança
Também eram protagonistas dessa história.
Quantos encontros sonhados, marcados,
Nos mais diferentes lugares: uma cabana no Pólo Sul
Uma praia deserta, uma fazenda, um hotel à beira mar...
Cenários perfeitos para dois apaixonados
Se amarem sem pressa, pois o tempo haveria de parar
Nada mais existiria no mundo,
Apenas um homem, uma mulher e um grande amor...

Mas infelizmente, nem toda história tem um final feliz
Assim como a história das rosas falantes...
No início elas contavam a história,
Numa única versão,
Na hora de contar o final, e encontrar os vilões
As rosas entraram em contradição,
A amarela explicou:_ Foi a distância!
A lilás replicou:_ Foi a incompreensão!
A rosa afirmou:_ Foi a desconfiança!

Mas isso agora não importa,
Quem sabe aquele amor nunca existiu?
Foi apenas fruto da imaginação das flores falantes?
Elas agora discutem entre si
Pois querem começar logo a contar
Uma nova história de amor.
Com ou sem final feliz,
O importante mesmo,
É que sempre haverá
Lindas histórias de amor para serem contadas.

Zezinha Sousa



7 comentários:

Zé Carlos disse...

Ah!!!! Eu acho, tenho quase certeza de que aquele amor sempre existiu sim. Normalmente é um problema de percepção, teimosia, simpatia, sei lá muitas coisas impedem ver ou sentir, mas procure a origem dos motivos !!!!!

Beijos professora querida, ZC

cristal de uma mulher disse...

Hummm !!! Cuando se é amor de verdade um sente a doe e a alegria do outro. Quero dizer que no amor não pode haver incompreenção,sim , se um erra o outro cala e mais tarde vai conversar para que o outro dia seja melhor. este é o verdadeiro amor .temos que levar a vida para ela não nos levar.

Adorei,beijos

Zé Carlos disse...

Tá toda linda no Perfil heim?

Parabéns garota.... bjs do ZC

Nilma Valéria Bertolino Assis disse...

Amiga tentei enviar este comentário no seu outro blog. Como não consegui estou enviando aqui. Amei sua visita. Parabéns pelo blog que é um incentivo à criação e leitura. Fiquei super feliz em tê-la como minha seguidora. Para mim é uma honra. Bjus com carinho.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

O amor independente
da sua duração
sempre escreverá palavras eternas
no livro da nossa vida...

Dias de paz para ti.

Ivana Marisa Altafin disse...

Olá Zezinha,
Com certeza minha amiga, vai existir sim lindas histórias de amor, sem ele nada somos. Um abraço e um domingo mais tranquilo para todos.

Fernando Antonio Pereira disse...

Voltei e continuei gostando.
O amor realmente é facil, mas nós teimamos em complicá-lo.
Abraços de Luz.

Um certo tipo de amor

Num domingo à tarde, depois de ver um filme de romance do qual não sei o título porque comecei a ver quase no final, atrevo-me a escre...