POEMA


“Fizeste ninho em meus braços.
E eu fiquei sem saber, por momentos,
se devia te amar
ou te embalar...”


J.G. DE ARAÚJO JORGE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Versos Improvisados

TUDO PASSA