sábado, 8 de maio de 2010

POEMA


“Fizeste ninho em meus braços.
E eu fiquei sem saber, por momentos,
se devia te amar
ou te embalar...”


J.G. DE ARAÚJO JORGE

Nenhum comentário:

Precaução

Vesti o engano de uma tarde de verão. Com o frescor de uma manhã de primavera, Realcei as ilusões. Lentamente despertei, Perd...