sexta-feira, 2 de abril de 2010

QUANTAS HISTÓRIAS PRA CONTAR



Ah... Se essa cidade falasse

E me contasse segredos,

Eu seria toda, ouvidos,

Conheceria histórias

Da vida do meu amor.

Quantas travessuras,

Quantas aventuras

Essa cidade não viu?

Seria como num filme,

Uma história de vida,

Da vida do meu amor.

Eu voltaria a ser menina,

E de mãos dadas com ele

Na igreja entraria,

Sentaríamos quietinhos

Enquanto o coral entoava

A mais bela canção

Que alguém já ouviu.

No meio de tantas vozes

Uma era especial

Meu amor, então

Apertava mais minha mão

E ouviríamos atentamente

Aquela voz angelical.


Zezinha Sousa

4 comentários:

Zé Carlos disse...

Querida professora, e quem não sonha com uma fase assim de nossas vidas? Todos nós filhos de professoras temos saudades e a sua presença nos dá a continuidade desta profissão amada e da qual dependemos em tudo o que temos de valores na vida.
Uma maravilhosa professora e uma Igreja, reescrevem sempre nossa história.
Obrigado por lembrar e desculpe por chorar!!!

Bjs do ZC

Pérola disse...

Um feliz Páscoa para ti.
Deus abençõe vc e sua família.
Muita paz,muita luz e muita sabedoria.
Um beijo borrado de chocolate.
Beijokas.
Beijos amada.

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
Linda poesia. Gosto muito do seu cantinho.
Passando para desejar uma FELIZ PÁSCOA para você e sua familia. Já que estou sem computador, aproveito a visita de meus filhos para tirar uma casquinha do notebook de minha filha.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana.
Beijo grande.
Saudações Educacionais !

Shamara Paz, contra o Trabalho Infantil! disse...

Olá, professora!
Boa Noite!
Feliz Páscoa, espero que tenha passado um ótimo domingo!
Beijos

Tecelã do Tempo ( Resenha )

Fonte: blog Pedagoga Literária. https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/ Livro:  Tecelã do Tempo Autora:  Zezinha Lins Editora: ...