segunda-feira, 5 de março de 2018

Uma nova mulher





Quando o fundo do poço foi meu chão,
Com a força da mulher persistente
Calejada pelas batalhas da vida
Olhei para o alto e vi a Luz,
Segui seu rastro e emergi.
Cobri minha nudez de sonhos
Com estampas florais e coloridas,
Vesti meu melhor sorriso,
Cortei meus excessos, cabelos e aflições.
Pintei meus lábios, vermelho bordô,
Subi no salto, vi mais longe.
Usei o melhor perfume
Para o meu próprio deleite.
Olhei a nova mulher no espelho.
Amável e receptiva, soltei minha voz:
Prazer em conhece-la.

Zezinha Lins




Nenhum comentário:

Precaução

Vesti o engano de uma tarde de verão. Com o frescor de uma manhã de primavera, Realcei as ilusões. Lentamente despertei, Perd...