sábado, 25 de janeiro de 2014

OS VERSOS QUE TE FIZ



Os versos que te fiz
Tem orvalho como as madrugadas
Que brilha como cristal sob a luz do luar,
Tem o calor quase insuportável de um dia de verão,
Tem o frio em busca de aconchego nos longos dias de inverno,
Tem a nostalgia do outono nas folhas secas caídas no chão,
Tem o perfume das flores que enfeitam a primavera,
Tem a complexidade e a simplicidade que existe na ação de amar.
Tem tanto sentimento...
Mas não te inquietes...
Não tem nada de importante
Nos versos que te fiz.

Zezinha Lins








3 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Escrever um verso
para alguém,
é perfumar palavras
com o que possuímos
de mais importante na vida:
o amor...

Ser feliz,
é deixar-se engravidar
pela simplicidade da alegria.

Ana Cláudia Albuquerque disse...

Que poema lindoooooo! Parabéns, poetisa!

Ana Cláudia Albuquerque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...