terça-feira, 19 de abril de 2011

GOSTO DE GENTE





 Gosto de gente
Que sente alegria no peito
Mesmo sem saber direito
Porque está tão feliz.

Gosto de gente
Que se emociona fácil,
Que sente carinho na alma,
Que tem ternura no olhar.
Que fala com delicadeza,
Que vive suas tristezas
Sem perder da essência a beleza
E que sabe cativar.

Gosto de gente que pensa,
Que vagueia de vez em quando,
Que sonha com um grande amor.
Que olha as coisas simples
Com um olhar diferente
Que vê beleza nas cores
E também sente o sabor.

Gosto de gente que vê
Poesia na Natureza:
Um pássaro livre cantando
Uma borboleta voando
Uma chuva fininha caindo
Ou o Sol lá em cima brilhando.

Gosto de gente que ama
Simplesmente por amar
E que deixa esse amor
Do seu coração, derramar.

Gosto de gente
Que não julga
E que sabe perdoar

Gosto de gente sincera
Que fala com o olhar
E que com mãos delicadas
Toca o outro ao falar.

Gosto de gente que abraça
Um abraço apertado
Cheio de afeto e cuidado
Que deixa no outro o calor
E uma sensação de bem- estar.

  Zezinha Sousa

5 comentários:

MARLY BASTOS disse...

Enfim, gosta de gente que é gente! Eu também gosto assim.
Uma maravilhosa tarde pra você.

Gheni disse...

Lindo, lindo... Que palavras maravilhosas , assim como a sua essência repleta de flores e o calor do sol.
Que sua vida continue linda e de muita alegria.

Arnoldo Pimentel disse...

É tão bom ler poemas assim, leve de bem com a vida, beijos.

Zé Carlos disse...

Zezinha, eu também gosto muito de gente que pensa, mas que sente o coração da outra pessoa e é capaz de enxergar o que lhe vai dentro.

Bjs do ZC

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Quem gosta de gente
com esta intensidade,
é também gente
em sua plenitude.

Que haja em ti sempre sonhos
por sonhar.

Um certo tipo de amor

Num domingo à tarde, depois de ver um filme de romance do qual não sei o título porque comecei a ver quase no final, atrevo-me a escre...