quarta-feira, 16 de março de 2011

SEXO FRÁGIL?

Somos flores, belas
Aparentemente frágeis
Mas somos flores vibrantes
Fortes...
De repente um vendaval
Machuca parte de nós
Quanto mais bate o vento
Mais perfume exalamos.

Beatriz e Zezinha

4 comentários:

manuel marques disse...

Senti o teu perfume deste lado do atlântico.

Beijo meu.

Zé Carlos disse...

Lindo seu poema MJ e o perfume dá para avaliar.... maravilhoso desta flor despetalada!!!!!
Beijão

Sotnas disse...

Olá Zezinha minha cara, desejo que esteja tudo bem contigo!
É minha cara, muitas pessoas confundem delicadeza e sensibilidade com fragilidade. Eu vejo o ser mulher como um dos tantos mais resistentes que conheço.
Somente pela sua sensibilidade aflorada alguns confundem com fragilidade, outros não confundem, mas, tenta fazer a mulher acreditar que é realmente frágil para possuí-la feito um objeto e, devo dizer que alguns chegam bem perto deste empreendimento vergonhoso!
Vejo o sexo feminino como outro ser que ama chora ri e como todos nós humanos luta pela vida, e buscam ser feliz de uma maneira ferrenha, persistente tal que alguns dizem que são umas “cabeças duras que quando pensam algo...”
Viaja que acredita ser a mulher um ser frágil, mas é sem duvida um ser iluminado!
Sentir o perfume dela e gostar, isto pode significar uma união de fragrâncias!
Agradável por demais estar por aqui a sentir e ler tantos encantos em palavras e imagens perfumadas que daqui exalam!
Agradecido por suas visitas e amizade, obrigado. Desejo a você e todos ao redor infinita felicidade, abraços e até mais!

Beatriz Prestes disse...

Zezinha amiga minha, tão querida...
Este é um dos lindos presentes que ganhei na vida! Irei guardar com todo carinho!
Ficou simplesmente linda tua inspiração!
Beijo muito carinhoso, te adoro!
Bea

Um certo tipo de amor

Num domingo à tarde, depois de ver um filme de romance do qual não sei o título porque comecei a ver quase no final, atrevo-me a escre...