quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Plenitude

Foto: Blog Pedagoga Literária
                                                                                 


É como se a luz do Sol que se esconde à noite, 
tivesse encontrado abrigo dentro dela. 
E como quem tudo espera do futuro, 
inclusive a leveza do nada, 
ela celebra a vida com meia xícara de café. 
Ela sorri e pensa que a liberdade 
mora dentro das paredes da sua casa. 
Seu ser bate asas como borboletas coloridas no jardim 
criado pela sua própria história.

domingo, 20 de agosto de 2017

Liberdade

Foto: Monique Lima Leite



Liberdade

A liberdade é a luz que penetra
Pelas frestas da porta entreaberta.
Portas não me prendem,
Frestas me libertam.
Não ando sobre trilhos
Prefiro asas imaginárias
Elas motivam meus movimentos
Incansáveis idas e vindas
Sem hora para sair ou chegar.
Desconhecido desvendado
Guardo tudo na mochila,
O tudo palpável é quase nada,
O tudo memória enriquece minha alma.
De posse da liberdade,
Crio pontes,
Espanto os medos
E provoco os encontros.

Zezinha Lins

Um certo tipo de amor

Num domingo à tarde, depois de ver um filme de romance do qual não sei o título porque comecei a ver quase no final, atrevo-me a escre...