segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Gisele



Gisele morena
Menina mulher
Tão jovem
Tão forte
Tão gente
Um tantinho assim de quietude
Um tantão assim de amor
Gisele morena
Em ti explode
Dores e coragem para encará-las
Alegrias e disposição para desfrutá-las
Gisele menina
Semente que brotou
Gisele mulher
Aroma de flor.
.Zezinha Lins.
Homenagem à minha nora e amiga Gisele Lopes

domingo, 22 de janeiro de 2017

Coisa boa

Sabe...
Aquela coisa boa
Que a gente sente lá dentro
Na alma, no coração, no estômago
Sei lá...
Aquela coisa que aflora na face,
Que chega e se instala em nosso ser
Sem um motivo aparente
Ou com um motivo evidente.
Que faz cócegas na pele,
Um sorriso no rosto
E traz do céu estrelas
Que se alojam em nosso olhar.
Deixo as portas abertas
Vez ou outra essa coisa chega
Depois vai
Mas volta.


Zezinha Lins

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Carícias do tempo



E assim vai passando o tempo
Como o vento
Que acaricia a pele
E assanha os cabelos
Da gente que brinca
Que cresce
Que chora
Que luta
Que vence.

Espaços em branco.
Onde desenhamos histórias
Colorindo
Com nossas percepções.
Na linha tênue
A cronologia deixa marcas
Invisíveis ou não
Tempo que se arrasta
Tempo que passa

  Vida que flui.

Zezinha Lins

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Entrega


A morte é quando a vida
Oferta a si mesma a Deus.
E a poesia tão meiga e sensível
Vendo aquela entrega tão doce,
Chora
Zezinha Lins

Tecelã do Tempo ( Resenha )

Fonte: blog Pedagoga Literária. https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/ Livro:  Tecelã do Tempo Autora:  Zezinha Lins Editora: ...