domingo, 11 de agosto de 2013

QUINTAL DE LIBERDADES



No meu baú de lembranças,
Do presente e da esperança
Trago sons, imagens,
Fantasias e realidades,
Emoções, movimentos...
E liberdade.


Trago quintais
Com seus varais
Onde o vento brinca
Com as diversas texturas e cores...
O verde das árvores,
O aroma da minha infância,
O doce da fruta colhida no pé
Brincadeiras, recordações...
O sonho...
A magia...
O canto dos pardais...


E o encantamento se faz
Leve, livre, solto...
Na alegria que brilha e brinca
No Sol dos meus quintais.


Zezinha Lins

ABRAÇO



Um abraço é mais do que braços
Que formam laços
E se entrelaçam.
Abraço com a saudade
Abraço com o olhar
Abraço com palavras
Abraço com um sorriso
Abraço com a atitude de quem cuida...
Abraço com amor.

Zezinha Lins

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...