quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O MURO


Do outro lado do muro
Tem liberdade,
Encontros,
Sorrisos...
Tudo é colorido
Do outro lado do muro.

Zezinha Lins

sábado, 12 de novembro de 2011

RECOMEÇO



Enrijecida pelos sonhos desfeitos
Sem nunca terem sido vividos,
Encolhida num canto da casa
Fechou as portas da vida.
Vegetou por anos a fio
Enroscada olhava para dentro de si mesma,
Era tudo confuso, sem luz...
Ela insistia em acender uma vela...
Frágil vela...
O sopro de um desorientado apagava,
Insistentemente ela voltava a acendê-la.
Até que um dia...
Tudo desabou... A vela pagou...
A tempestade chegou
E tudo que era ruim
Enfim ruiu...

Era o fim.

Mas é depois do fim que existe um novo começo
É preciso insistir, querer ser feliz
Lutar... Lutar...Lutar...
E fez-se a luz,
O Sol brilha com todas as honras dentro dela
É tanta luz que sai pelos seus poros
Agora...
Sozinha... Em paz.. .Rosto iluminado, sereno
Sorriso aberto, coração florido
Fez uma simples e grande descoberta
Ainda é possível ser feliz!


Zezinha Lins

terça-feira, 1 de novembro de 2011

TEMPO





E assim vai passando o tempo
Como o vento
Que acaricia meu corpo e assanha meus cabelos
Peço que não passe
Fica e me envolve com um abraço
Não me deixa sozinha
Tua brisa fria me causa arrepios
E me faz companhia.

Zezinha Lins

Tecelã do Tempo ( Resenha )

Fonte: blog Pedagoga Literária. https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/ Livro:  Tecelã do Tempo Autora:  Zezinha Lins Editora: ...