quarta-feira, 30 de março de 2011

DEVANEIOS

A menina sonha no seu quintal
Entre flores, sol, água e devaneios

“Ah! Esse amor que não persiste
Simplesmente porque não existe
É apenas um sonho...
Esse amor que não abraça,
Que não afaga,
Que não aquece,
Que não aparece...
Ah, esse amor perdido no tempo
No vento, em algum lugar...”

Ela senta à sombra da árvore
Descansa da luta diária
Depois, como uma lagarta
Rasteja e recolhe-se em seu casulo
Mas há de vir o dia
Em que a menina sonhadora
Voará feliz
Como uma linda borboleta
A mais linda que alguém já viu.
Feliz daquele que conseguir um dia
Decifrar suas cores e seus mistérios,
Tornando realidade
Os sonhos da menina borboleta.

Zezinha Sousa

7 comentários:

Poesia do Bem disse...

Lindamente belo amiga Zezinha.saudadesssssssssssss venha participar do sorteio divulgue e confira as novidades de Alice, amamos vc

Zezinha Sousa disse...

Obrigada, Paulinha, vou visitar vocês sim. Beijinhos pra vc e Alice. Lindas!

manuel marques disse...

"És menina e mel
mulher menina
á flor da pele
és sonho és vida
meu doce amar
és poesia
mulher menina
luz do luar...
És o meu canto
o meu choro
o meu pranto
menina mulher
meu encanto
és o poema
que eu quero cantar
és emoção
que me faz chorar...
És água
e o sal do meu mar
és lágrima
em preia-mar
mulher menina
meu porto
tempestade e vento
no meu mar revolto
és o puro sentimento
do meu amar…"

Beijo.

Zezinha Sousa disse...

Olá, Manuel
Você como sempre com seus poemas bonitos e românticos.

Obrigada pela visita, meu amigo
Um abraço!

Sotnas disse...

Olá Zezinha minha cara, desejo que tudo esteja bem contigo, sempre!
Imagine como seria tedioso o viver do ser humano se não sonhasse!
E o melhor é que alguns sonhos são sempre realizados, mas nem por isso deixamos de sonhar!
Assim é estar por aqui, lendo os belos textos que por aqui postas sonho sempre, e belos sonhos! Parabéns pelos belíssimos textos sempre com sentimentos expressos!
E também estou por aqui pra te avisar que tem um desafio pra você lá no sotblog, havendo um tempinho, por favor, passa lá para acercar-se de maiores detalhes. Por enquanto vou agradecendo por todo o carinho que me dedica em suas visitas e comentários, e desejo a você e todos ao redor, infinita felicidade, grande abraço e até mais!

Zezinha Sousa disse...

Obrigada pela visita, pela atenção e carinho, Sotnas. Vou ao desafio.
Um abraço!

Zé Carlos disse...

Muitas vezes só nos resta isso:

“Ah! Esse amor que não persiste
Simplesmente porque não existe
É apenas um sonho..."

Só nos resta sonhar... Bjs do ZC

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...