quarta-feira, 27 de outubro de 2010

VIDA ÍNTIMA



Casa arrumada,
Pra quem?
Confortável,
Pra quem?
Pra mim não é...
Não gosto da minha casa arrumada assim.
Sufoca-me, confunde-me.
Entristece-me...
Mas há quem goste, é cômodo.
Que fazer? Desarrumar?
Mas... Desarrumar e arrumar novamente
Dá tanto trabalho... E é desgastante...
Vou ficar quieta, deixar como está.
............................................................
E assim o tempo passa
Os dias... As semanas...
Os meses... Os anos...
Trinta anos se passaram.
É muito tempo.
..................................................................
Não dá mais,
Não quero minha casa arrumada assim.
É hora de mudar.
....................................................................
E aí começa uma grande revolução interior
Que expõe os conflitos,
A inquietação...
A indignação...
As angústias...
Quanto sofrimento...
E as lágrimas contidas, começam a rolar
No início, tímidas, depois livres,
Cachoeira cristalina que lava a alma.
Por fim... A decisão,
O alívio...
....................................................................
Desarrumo toda a casa,
Mudo tudo de lugar.
Jogo fora o que não serve...
Nunca serviu.
E arrumo tudo de novo...
Do meu jeito,
Para o meu conforto,
Para a minha paz.


Zezinha Sousa

domingo, 24 de outubro de 2010

OLHO, PENSO, OUÇO, SINTO

Domingo, pouco mais de 13h, chove lá fora, aqui da janela do meu quarto observo a chuva, as árvores, o dia... Enquanto escuto uma música que enche meu coração de paz e amor. Resolvi registrar esse momento tão meu.


Foi Deus Quem Fez Você

Amelinha

Composição: Luís Ramalho
Foi Deus que fez o céu,
O rancho das estrelas.
Fez também o seresteiro
Para conversar com elas.
Fez a lua que prateia
Minha estrada de sorrisos
E a serpente que expulsou
Mais de um milhão do paraíso.
Foi Deus quem fez você;
Foi Deus que fez o amor;
Fez nascer a eternidade
Num momento de carinho.
Fez até o anonimato
Dos afetos escondidos
E a saudade dos amores
Que já foram destruídos.
Foi Deus!
Foi Deus que fez o vento
Que sopra os teus cabelos;
Foi Deus quem fez o orvalho
Que molha o teu olhar. Teu olhar...
Foi Deus que fez as noites
E o violão planjente;
Foi Deus que fez a gente
Somente para amar. Só para amar..

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

PARQUE DAS ESCULTURAS - RECIFE

Com seus 19 mil metros quadrados é um lugar de beleza e cultura. Ao passear pelo Parque, temos acesso a 35 esculturas num ambiente de muito verde.Obras de artistas como: Abelardo da Hora, Francisco Brennand, Marianne Peretti e Augusto Ferrer. Excelente passeio acompanhada com meus filhos.

Tecelã do Tempo ( Resenha )

Fonte: blog Pedagoga Literária. https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/ Livro:  Tecelã do Tempo Autora:  Zezinha Lins Editora: ...