sexta-feira, 30 de abril de 2010

AGRADECIMENTO À CÂMARA DE VEREADORES DE GLÓRIA DO GOITÁ



É com muita honra que recebi da Câmara de Vereadores de Glória do Goitá, um Voto de Aplauso, através do Requerimento de autoria do Vereador José Jorge Tavares Filho, aprovado por unanimidade e subscritos pelos Vereadores Ceciliano José R. de V. Neto, Geraldo Vicente da Silva, João Lopes de Vasconcelos, Lenilson José dos Santos, Lívio Oliveira de Amorim, Neci França de Albuquerque Santos, e Valdeir Félix de Andrade, em sessão realizada no dia 26 de Abril de 2010.

Agradeço de coração a todos os Vereadores citados acima, especialmente a José Jorge Tavares Filho, autor do Requerimento.

Estendo este Voto de Aplauso à todos os professores da Rede Municipal de Ensino de Glória do Goitá, que com esforço e dedicação procuram fazer o melhor pela educação das nossas crianças e adolescentes.

sábado, 24 de abril de 2010

SEM INSPIRAÇÃO

Coração vazio...

A inspiração não vem.

Descanso, relaxo...

Não tem pressa...


Aos poucos, tudo começa a mudar

O coração se enche, há esperança no ar

A alegria novamente está lá a palpitar.


E o ciclo recomeça

Os olhos voltam a brilhar

Com a alma em festa, começo a bailar

Sorriso fácil,

Corpo vibrante, anuncia!

Está na hora de amar.

Amar a vida, amar o belo

E a inspiração volta, como uma mágica

O encanto se faz

O sol voltou a brilhar.



Maria josé Oliveira de Sousa

terça-feira, 20 de abril de 2010

GOSTO DE GENTE


Gosto de gente
Que sente alegria no peito
Mesmo sem saber direito
Porque está tão feliz.

Gosto de gente
Que se emociona fácil,
Que sente carinho na alma,
Que tem ternura no olhar.
Que fala com delicadeza,
Que vive suas tristezas
Sem perder da essência a beleza
E que sabe cativar.

Gosto de gente que pensa,
Que vagueia de vez em quando,
Que sonha com um grande amor.
Que olha as coisas simples
Com um olhar diferente
Que vê beleza nas cores
E também sente o sabor.

Gosto de gente que vê
Poesia na Natureza:
Um pássaro livre cantando
Uma borboleta voando
Uma chuva fininha caindo
Ou o Sol lá em cima brilhando.

Gosto de gente que ama
Simplesmente por amar
E que deixa esse amor
Do seu coração, derramar.

Gosto de gente
Que não julga
E que sabe perdoar

Gosto de gente sincera
Que fala com o olhar
E que com mãos delicadas
Toca o outro ao falar.

Gosto de gente que abraça
Um abraço apertado
Cheio de afeto e cuidado
Que deixa no outro o calor
E uma sensação de bem- estar.

Maria José Oliveira de Sousa

quarta-feira, 14 de abril de 2010

MEU ARCO - ÍRIS


O Sol brilha em mim!

Mas as nuvens não tardam...

Vão chegar...

Como chuva, minhas lágrimas vão cair...

E como sempre,

As nuvens escuras vão passar.


Novamente,

O Sol brilha em mim!

Mas sei...

As nuvens não tardam...

Vão chegar...


Desta vez vai ser diferente!

Não vou deixar o Sol se esconder inteirinho.


Brilho do Sol...

Lágrimas de chuva...

Flores a sorrir.


No meu céu, então...

Belo, magestoso, obra divina!

Um lindo arco-íris

Há de surgir.


Maria José Olveira de Sousa

domingo, 11 de abril de 2010

ÚNICA

Linda!


Singela...

Solitária...

Aberta...


Vibrante!

Completa.


Olhar voltado para o alto

Encontras a luz!

Que aquece...

Que alimenta...

Que dá vida!

Que sustenta.


Iguais a ti

Existem muitas,

Mas sabes...


Que és única.


Maria José Oliveira de Sousa



terça-feira, 6 de abril de 2010

CRIANÇA E BRINQUEDOS, UMA RELAÇÃO DE AMOR E APRENDIZADO



Matéria vencedora,

Brinquedos na escola.

Agradecimentos eternos.

Amigos virtuais...

Amigos reais...

Fazendo a diferença

Transformando realidades.

O sonho virou sorriso.

Os olhinhos brilharam mais

No rosto de cada criança

Você ajudou a plantar

A sementinha da paz.

Zezinha Sousa

Veja mais sobre esse assunto, clique educacaoinfantil1.blogspot.com

segunda-feira, 5 de abril de 2010

AFINIDADE

Afinidade...
O mais sutil e delicado dos sentimentos.
Une duas pessoas
De forma irremediável.

Não é um encontro de corpos,

É um encontro de almas.

São duas essências que se misturam

E numa reação fantástica!
Se tranformam em uma só...

Inebriante...


O mais perfeito aroma

Entre todos os perfumes.


Maria José Oliveira de Sousa


sexta-feira, 2 de abril de 2010

QUANTAS HISTÓRIAS PRA CONTAR



Ah... Se essa cidade falasse

E me contasse segredos,

Eu seria toda, ouvidos,

Conheceria histórias

Da vida do meu amor.

Quantas travessuras,

Quantas aventuras

Essa cidade não viu?

Seria como num filme,

Uma história de vida,

Da vida do meu amor.

Eu voltaria a ser menina,

E de mãos dadas com ele

Na igreja entraria,

Sentaríamos quietinhos

Enquanto o coral entoava

A mais bela canção

Que alguém já ouviu.

No meio de tantas vozes

Uma era especial

Meu amor, então

Apertava mais minha mão

E ouviríamos atentamente

Aquela voz angelical.


Zezinha Sousa

quinta-feira, 1 de abril de 2010

UMA DOCE NOITE DE VERÃO


Sinto a noite
NESSE DOCE EMBALO
Harmoniosa
PREVISTA
Sons
CORES
Cheiros
DE DESEJO
Tons profundos
EM NUANCES PLENAS
Vou prosseguindo
NESSE CAMINHO
Sentindo
PERSEGUINDO
A tua presença
QUE SE FAZ PRESENTE
Misturada no ar
COMO PERFUME PERFEITO
Que inspiro
E EU RESPIRO
Faminta
SEDENTA
Desejosa
De saciar
COMO ALIMENTO
Sonho
Entre estrelas
GUIAS PERFEITAS DOS SONHOS
Flutuo
Por alamedas
RUMO AO DESTINO CERTO
E você
No meu pensar
INVADINDO
Tocando
O corpo
COMO UM MÚSICO
A Alma
Como brisa mansa
EM ETERNO AMAR
Felicitando
No total
A minha pele
QUE GEME POR SEUS POROS
E vamos
Passo a passo
PELO CAMINHO SERENO
Mãos dadas
Almas tomadas
CORAÇÕES UNIDOS
Sussurro manso
Contando segredos
QUE SÃO UM SÓ
Do desejar
DO QUERER ESTAR
E vou...
Sentindo
Tua alma
COMO BRISA-PAIXÃO
À mim tão cara
Dileta
DEVERAS PREDILETA
Ouvindo cânticos
Da natureza
QUE SÓ ANJOS SABEM CANTAR
Por nós em festa

Beatriz - Minúsculas
RENATO – MAIÚSCULAS

Poema sem registro

Numa folha de papel em branco Fiz de ti, poesia Versos concebidos em silêncio  Total ausência de grafia Segredos que não ouso ...